Mandrak


 

Tatuador desde 2004 e sempre envolvido com a arte, Fábio Mandrak trabalhou como aderecista e fazendo carros alegóricos em algumas escolas de samba do Rio de janeiro. Durante este período conheceu o famoso carnavalesco Joãozinho Trinta, que o apelidou como Mandrak. Sua especialidade é o Trash Polka e Pontilhismo, e como professor é o responsável pelo estudo do traço.

 
WhatsApp chat